SUBSTANTIVO DERIVADO


AMARELINHA (O JOGO)

O nome dessa brincadeira tem relação com amarelo? Não! Amarelinha deriva-se do francês marelle, que significa “pedra”, o objeto da brincadeira.

CAPETA

Com o sufixo -eta, saleta designa uma sala pequena. Capeta, literalmente, tem o sentido de “capinha”.

FLATULÊNCIA

Termo técnico para o ato de soltar um flato, a flatulência tem a seguinte composição: 58% de nitrogênio, 21% de hidrogênio, 9% de dióxido de carbono, 7% de metano e 4% de oxigênio. O mau cheiro do “pum” (flato) é provocado por apenas 1% dos gases, composto por amônia e enxofre.

LEITÃO

Aqui, o sufixo -ão não indica aumentativo. Na verdade, essa palavra, que nomeia o filhote de porca, está ligada a leite.

MELECA

Esse vocábulo (Acredite!) deriva-se de mel. Com o sufixo -eca, o que era doce ficou nojento.

MAMÃO (O FRUTO)

A palavra mamão formou-se do aumentativo de mama.  Quem tem uma mama grande também tem um mamão.

MIJADOURO

Como não se quer aqui dizer mijadouro, prefira-se mictório. Essa palavra, recomendada pela Princesa Isabel, vem do latim mictum (particípio mingere), “urinar”.

PREVISÃO

Entre metereologia e meteorologia, empregue meteorologia. Assim como o termo cabeleireiro é derivado de cabeleira, meteorologia deriva-se de meteoro. Além do mais, o termo -logia quer dizer “estudo”. Meteorologia significa, pois, “o estudo dos meteoros”.

SALADA

Para a sobremesa, sugere-se uma salada de frutas. Salada deriva-se de sal, mas, com frutas, nela hoje se coloca açúcar.

SOMBRINHA

Nota-se que essa palavra é derivada de sombra. As mulheres usam-na para a proteção da chuva também.