ADJETIVO PÁTRIO


ALFACINHA

Do substantivo feminino alface (a alface), nesse caso (adjetivo pátrio), alfacinha indica também o natural de Lisboa.

JERUSALÉM

Cidade sagrada e com adjetivo pátrio bastante complicado: hierosolimita (ou hierosolimitano). Hiero, em grego, significa “sagrado, santo”; esse termo também é encontrado em hierarquia e hieróglifo, por exemplo.

JUDEU

Que não se confunda judeu com judaico. Ambos são adjetivos pátrios de Judeia. O primeiro se refere a pessoas, enquanto o segundo, a coisas.

MONTANHA-RUSSA

Inventada na antiga Rússia, etimologicamente, o nome desse brinquedo significa “montanha que desaba” ou “monte escorregadio”. O objetivo era substituir, mecanicamente, o prazer de deslizar na neve.

PANAMÁ

Outra pergunta com resposta supostamente óbvia: Onde é fabricado o chapéu-panamá? No Equador. Apesar de produzido por equatorianos, o emprego do termo “panamá” deve-se ao fato de operários do Canal do Panamá usarem esse tipo de chapéu.

PEQUINÊS

Não se deve confundir pequinês com pequeno. O nome dessa raça de cão, realmente pequena, teve origem a partir do nome da capital da República Popular da China, Pequim.

PERSIANA

Segundo estudiosos, a palavra persiana deriva-se de Pérsia, hoje Irã. Apenas não se tem certeza se o conjunto de ripas foi criado nessa região ou exportado por ela.

POTIGUAR

Originária do tupi, a palavra potiguar quer dizer “comedor de camarão” e nomeia o natural do Rio Grande do Norte.

SIAMÊS

Em “gato siamês” e “irmãos siameses”, o termo siamês indica “o que é relativo ao antigo reino de Sião”, hoje Tailândia. Essa raça de gato com olhos azuis é originária dessa região; quanto a pessoas, em 1811, também nesse lugar, registrou-se o primeiro caso em que dois irmãos (Chang e Eng) nasceram ligados na altura do tórax.

SOTEROPOLITANO

Adjetivo formado a partir dos termos gregos soter (salvador) e polis (cidade). Lembre-se de que quem nasce em Salvador, na Bahia, é soteropolitano. Exemplos de  algumas cidades com o termo polis: Patópolis e Metrópolis.